terça-feira, 5 de abril de 2011

Na pressão, como diria meu bom e velho amigo Ricardo


Minha pressão foi aos píncaros ontem a tarde. Tem uns 15 dias que venho percebendo que alguma coisa está errada e ontem fui parar no hospital. Quem me conhece sabe que quando chego a esse nível, de ir a um hospital, é sinal que minha preocupação é real. Resultado, estou com um desequilíbrio na pressão arterial e agora vou ter fazer um monte de  exames e não sei que lá mais. Largar o cigarro, fazer exercícios, dormir direito, comer corretamente... tudo que eu odeio. Vai lá, tô chegando aos 40, alguma coisa tem que ser feita. Primeiro os exames e depois os abandonos e que eles sejam mínimos. Sobra um tempinho entre a cama e a sopinha para visitar a net, responder emails, ver um filme, ler alguma coisa e jogar vídeogame. Coisa que fiz está noite já que não consegui dormir nada. Assisti essa madrugada o Rede Social - depois, se for o caso, comento melhor o filme porque hoje ele é só o mote para o que eu quero realmente falar. No filme ficou claro, pelo menos para mim, o quanto o criador do Facebook é um exemplo mesmo do que rola no mundo dos nets. Um babaca! É o que Mark Zuckerberg é no filme. Um covarde que se esconde na sua inteligência e no anonimato. Ladrão de idéias, o autocentrado Zuckerberg é o retrato do vemos muitas vezes no uso da internet. Terra de ninguém para  um monte de babacas anônimos vociferarem impropérios e falar borracha. É claro que este blog também pode ser acusado disso, mas aqui há diferença: eu assino meus textos, meu perfil é visível e todos sabem que sou eu que falo. Não me escondo atrás de um perfil falso só para atirar pedras de maneira inconseqüente. Outro problema comum na net é o plágio! Dá pra acreditar que tem idiota que copia o texto da rede e mete o texto num blog qualquer sem citar a fonte e o autor como se o texto fosse seu? A ironia e que quando vc faz uma pesquisa simples no Google lá vem o mesmo texto em diferentes lugares. O original em que o autor gastou seu suor ou dinheiro de algum investidor (editora, programas de mestrado e doutorado, revistas acadêmicas e outras) e um monte de plágios. Alguns plágios são tão descarados que da vontade de rir, outros são casos de polícia mesmo.
Hoje gastei parte de minha tarde, entre um remedinho e outros desequilíbrios da pressão arterial , com um desses babacas. Alguns alunos meus da UEG tem um blog, o Bomba H - seguidores da História http://www.bomba-h.blogspot.com/ espaço usado por eles para debaterem suas dúvidas, publicarem seus textos e pesquisas, dialogar com a comunidade acadêmica e entre eles mesmo, sem nenhum anonimato, é bom que se diga. Algo ótimo no universo da academia e principalmente da UEG que é quase muda. Sobre os problemas da UEG posso discorrer horas a fio e é por isso que quando aparece uma coisa decente e esforçada temos que valorizar e participar. Pois bem um anônimo invadiu o Bomba H para vociferar impropérios. Altivo, o babaca anônimo, acusa os editores do Bomba H de falta de inteligência. Antes, o babaca anônimo, comentou um texto bem escrito do Lucas, um dos editores do Bomba H, um comentário que é em si um plágio de um texto do Otávio Ianni. Veja, citar autores é sempre bom a fim de embasar seus comentários, mas simplesmente copiar um texto alheio e usá-lo como comentário é crime e é ridículo. Depois, o babaca anônimo, criou um Blog também anônimo: Homem bomba H. http://homembombah.blogspot.com (faltou criatividade até aqui) Até agora o Blog tem três posts. Os dois primeiros são recortes desconexos de diversos textos da net. Nem copiar direito o nobre editor soube fazer: letras diferentes, com tamanhos diferentes e nada, nada mesmo, escrito por ele. O terceiro post  só tem agresão, palavras sem conexão e mal escritas. Ai sim foi ele, o babaca anônimo. Se dizendo um ex aluno da UEG agride gratuitamente o bom trabalho dos alunos atuais. Ressentimento é o nome que dou a isso. Tentei discutir com ele no espaço dele, mas não foi possível ele deletou meus comentários. Então, babaca anônimo, como também tenho um espaço virtual transferi o debate para esse espaço. Espaço que você não pode apagar nem esconder suas frustrações e ressentimentos. Então depois do filme e da tarde de estupefação fiquei me perguntando se o Zuckerberg e o babaca anônimo não representam a mesma figura triste do homem ressentido sem amigos? O Ricardo? Ah é um amigo que tenho há muito tempo que me apresentou a vida, um chopinho na pressão e um cara chamado Lacan. Três coisas que não fariam mal a um ressentido. Ou quatro se contarmos o Ricardo.


7 comentários:

  1. acredito na sua critica professor, mesmo conhecendo fragmentos de sua personalidade sei que suas critica são merecimento para tal ser-humano equivocado com o livre pensar que esta presente na constituição, também gosto do blog achei interessante vou passar a ser frequentador.

    ResponderExcluir
  2. Olá professor Juliano Pirajá pelo apoio a nossa iniciativa do blog. Meu desejo é que futuramente o blog se torne algo parecido com uma revista eletronica, reconhecida pela instituição, para que possamos apresentar os trabalhos da UEG, Unidade de Formosa. Penso que o espaço virtual abra uma gama de possibilidades de diálogos, de debates. No entanto, vez ou outra nos deparamos com esses "sujeitos anônimos" que muito barulho fez e pouco contribuiu nos debates ali proposto.
    Gostaria de pedir que comente nossos textos com regularidade nos apontanto os erros e apresentando possibilidades. Desejo, por fim, a recuperação de sua saúde, para que possamos debater ideias, de modo a contribuir com esse espaço de debate que as novas tecnologias nos possibilita.

    Att, Lucas.

    ResponderExcluir
  3. Excelente Juliano, cansei de ficar calado com os comentários jocosos de pessoas desqualificados, despreparadas, desatualizadas e sem compromisso acadêmico. Infelizmente o nosso sucesso causa uma inveja tremenda, faz até mal para a saúde, olha a sua pressão... Vereda da Luz neles.

    ResponderExcluir
  4. E ae Juba.
    Descendo a marreta na cabeça do mané ai.
    Mas o cara mereceu.
    hehehe
    Não tem jeito de não "PIRARNOPIRA" mesmo.
    Valeu mestre.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Professor Juliano Pirajá gosto muito de suas criticas e opiniões claras e sem rodeios,
    Também concordo plenamente, é fácil falar e esconder a cara.
    Torço por sua saúde, afinal sábado de manhã estaremos lá, com sono e também coragem para mais uma aula.

    ResponderExcluir
  7. haha, só você para espinhosamnete apelidá-lo de 'babaca anônimo'. E que bom que ainda tem gente que usa trema.^^
    Minha mamãe também está remediando a pressão. Stress é da personalidade dela.
    Sabe, é impressionante como existem pessoas que se divertem (será que é divertimento mesmo?) em incomodar os outros. É uma pena.
    Mas, passamos por cima de muitas dessas na vida. tanto de babacas como de idas ao hospital. Mais diversão, vida mais curta. Mas que graça tem viver até os 97 sem nunca ter virado umas noites, acordado de ressaca e curtido a droga preferida?

    Beijocas e se cuida, mas se cuida de verdade. hAUhAUhAU

    ResponderExcluir